Congresso Internacional PIN no Politécnico de Leiria a 15 de junho

Sob a égide do projeto PIN – Polientrepreneurship Innovation Network, Leiria debate no próximo dia 15 de junho o empreendedorismo num Congresso Internacional que contará com a participação de vários líderes de opinião europeus. A sessão é aberta pela Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Os números falam por si, com especial destaque para a elevada taxa de sobrevivência dos projetos empresariais desenvolvidos no âmbito do ensino superior politécnico – 77%. O projeto PIN – Polientrepreneurship Innovation Network – é o resultado da dinâmica e colaboração de 13 instituições de ensino superior politécnico e assume-se como uma plataforma de excelência na promoção do empreendedorismo.

Paralelamente à plataforma digital, que mobilizou até ao momento um total de 1051 projetos de estudantes de todo o país, o PIN assume-se também como um espaço de debate. Prova disso mesmo é a realização do seu primeiro Congresso Internacional, reunindo em Leiria no próximo dia 15 de junho um painel de especialistas de grande relevância.

O encontro está marcado para a Escola de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria, com a abertura da sessão pelas 9 horas com a presença da Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo. Annmarie McHugh (Dunsalk Institute of Technology), José Carlos Sánchez García e Amaia Yurrebaso Macho (Universidade de Salamanca), Javier Riaño (Diretor DEMOLA, País Basco) e Rogier Cazemier (Universidade de Roterdão) são os oradores internacionais convidados.

Durante esta jornada, destaque para a apresentação das conclusões de três estudos científicos desenvolvidos no âmbito do projeto PIN: “Competências empreendedoras no Ensino Superior Politécnico”, estudo coordenado pela Professora Teresa Paiva, “As Instituições de Ensino Superior Politécnico e a Educação para o Empreendedorismo”, estudo coordenado pelo Professor Pedro Parreira e “Análise das representações sociais e do impacto da aquisição de competências em empreendedorismo”, estudo coordenado pela Professora Amaia Yurrebaso. O objetivo destes estudos é analisar a realidade empreendedora dos estudantes do ensino superior politécnico e o impacto da aprendizagem adquirida.

SAIBA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O PROGRAMA DO CONGRESSO EM:

http://sites.ipleiria.pt/pin-congress/

Uma plataforma inovadora

Com um horizonte de execução de um ano e um investimento aproximado de um milhão de euros, o projeto PIN tem objetivos ambiciosos: envolver mais de 1500 estudantes e gerar 45 novas empresas nos domínios do conhecimento, tecnologia e industrias criativas. Metas a que se juntam 15 pedidos de registos de patentes e mais de 120 projetos de vocação empresarial.

A plataforma PIN assenta numa interface digital que oferece uma série de ferramentas facilitadoras dos processos de implementação de negócios. O sistema disponibiliza formação específica sobre temas relacionados com o empreendedorismo e criação de empresas, proporcionando aos participantes as condições para o desenvolvimento de ideias, soluções inovadoras e planos de negócio, num ambiente colaborativo. A plataforma é assim composta por módulos de e-learning, videoconferência, fórum de discussão e de mensagens privadas.

O PIN surge na sequência do Poliempreende, um programa de referência de apoio ao empreendedorismo que cumpre a sua 14ª edição. Ao longo de mais de uma década, esta iniciativa que engloba um total de 21 parceiros, entre instituições politécnicas, escolas superiores não integradas e escolas politécnicas das universidades, envolveu já um universo de mais de 100 mil estudantes. Os resultados falam por si, com 83 empresas criadas, 62 patentes registadas e uma taxa de sobrevivência das empresas de 77%.

Anúncios