Está oficialmente passado o testemunho do concurso de empreendedorismo Poliempreende, atividade integrada no projeto PIN – Polientrepreneurship Innovation Network.

Depois de um ano sob a liderança do Instituto Politécnico de Bragança, em 2018 cabe ao Instituto Politécnico de Portalegre coordenar a nova edição do Poliempreende. O momento desta transição foi assinalado em Bragança, na cerimónia de entrega de prémios do 14º concurso nacional Poliempreende.

Nesta altura, o professor José Adriano, coordenador da 14ª edição do Poliempreende, fez um balanço do concurso, destacando os resultados alcançados:

Como coordenador da 14ª edição do programa Poliempreende, cuja realização em 2017 esteve a cargo do Instituto Politécnico de Bragança, gostaria de agradecer o empenho, dedicação e profissionalismo que todos os meus colegas, dos restantes politécnicos nacionais, dedicaram a esta causa, uma vez que sendo o Poliempreende uma realização de âmbito nacional, o sucesso do mesmo não depende, exclusivamente, da instituição organizadora.

Refiro sucesso porque, na realidade, os 172 projetos de negócio que foram desenvolvidos por 579 alunos e acompanhados por 77 docentes, das diversas instituições de ensino superior politécnico de Portugal, são, inequivocamente, números que superam as melhores expetativas.

Aproveito para desejar as melhores felicidades aos colegas do Instituto Politécnico de Portalegre, uma vez que são eles os responsáveis pela próxima coordenação nacional do Poliempreende, sabendo que poderão contar com o apoio da equipa do Instituto Politécnico de Bragança, para o que for necessário.

Para 2018, a coordenação do concurso nacional Poliempreende é assumida pelo Instituto Politécnico de Portalegre. Na cerimónia, o Presidente do Instituto Politécnico de Portalegre, Albano Silva, recebeu do IPBragança o testemunho do Poliempreende 2017/2018, simbolizando a atribuição ao IPP da responsabilidade de coordenar nacionalmente a Rede Poliempreende durante o período 2017/2018.

O Presidente agradeceu a confiança depositada por todos os parceiros, manifestando votos que o IPP esteja à altura deste importante desafio, que será coordenado por Artur Romão, Pró-Presidente para o Empreendedorismo e Emprego. Albano Silva adiantou ainda que “um Instituto que tem no Emprego e Empreendedorismo dos seus estudantes um dos seus objetivos estratégicos, suportado na forte ligação da Academia com o tecido empresarial, que acredita no desenvolvimento da sua região, sendo uma das suas âncoras fundamentais, tem que estar feliz por receber o Poliempreende, que sente articular-se naturalmente com os seus propósitos e as suas práticas.

Gala PIN PoliempreendeO PROJETO PIN

O concurso Poliempreende está integrado nas atividades a desenvolver no âmbito do PIN – Polientrepreneurship Innovation Network, um projeto estruturante que envolve a colaboração de 13 instituições de ensino superior politécnico na promoção do empreendedorismo. Graças a um financiamento dos programas Compete 2020 e Portugal 2020 (€743.126,76 de financiamento, para um investimento total de €1.104.286), será possível atingir objetivos ambiciosos e com grande impacto a nível nacional: até ao final de abril de 2018, o PIN irá envolver mais de 1500 estudantes em atividades que promovem as competências empreendedoras, gerar 45 novas empresas nos domínios do conhecimento, tecnologia e industrias criativas, 15 pedidos de registos de patentes e mais de 120 projetos de vocação empresarial.

 

Anúncios